canal42_header_S02E09_Demolidor

49 – Demolidor (Temporada 2)

Canal42 49

ATENÇÃO: ESSE PROGRAMA TEM SPOILERS  DO COMEÇO AO FIM.

Jurandir Filho, Bruno Costa, Wilker Medeiros e Ricardo Rente comentaram a segunda temporada de Demolidor. Quais são os pontos que não funcionaram? O Justiceiro se encaixou com a trama? Por que a Elektra não agradou tanto? O que podemos esperar de uma terceira temporada?

Sinta-se em casa e deixe o seu comentário. \o>


PODCAST RELACIONADO

Canal42 S01E04 – Demolidor [Temporada 1]


TRAILER DA TEMPORADA 2

CENA DAS ESCADAS


Conheça o Like a Box: Clique Aqui!


ASSINE O NOSSO FEED

Não perca nenhuma edição do 42. Assine:

iTuneshttps://itunes.apple.com/br/podcast/canal42.tv/
Android/Windowshttp://feeds.feedburner.com/canal42podcast


SUGESTÕES, CRÍTICAS E DÚVIDAS

Envie e-mails para: canal42podcast@gmail.com


OUÇA AGORA O PODCAST

Aperte o play abaixo e bem-vindo ao nosso mundo:


Quer baixar essa edição para o seu computador? CLIQUE AQUI!

Comentários

  • Luis Fernando Mendes

    First!! o/

  • Gildo Oliveira

    Second rsrsrsrs
    Só não consigo baixar snif snif

    • Gildo Oliveira

      Cast incrível, galera parabéns foi show, como foi show a segunda temporada do Demolidor!!!

  • Sobre a serie solo do Justiceiro. Concordo 100% com o Bruno. O Justiceiro é um personagem muito interessante e com uma profundidade extrema pra ser trabalhado sozinho com partipacões dos outros heróis. Tem arcos dele nas HQs sensacionais. Pra mim foi um erro da Netflix colocar Jessica Jones e Luke cage em series separadas. Jessica Jones foi uma péssima serie, sem profundidade nenhuma e so funcionou com o publico em geral por causa do tema que esta em voga e o Killgrave, o mesmo vai acontecer com Luke Cage. Seria muito mais legal uma serie solo do Justiceiro e conectar ele na serie com todo mundo la na frente. Jessica jones e luke cage poderiam estar la tambem, mas não precisava de serie solo deles.

    • Gildo Oliveira

      Vinicius, quanto mais melhor e sim queremos a do Justiceiro.

    • NapoliThanos

      “Sem profundidade nenhuma” foi um pouco exagerado, eu acho.

  • Samuel Mourão

    os filmes da DC n afetam o andamento da serie n eh muito verdade tanto q acabaram com esquadrão suicida de Arrow por causa do filme que vai sair esse e se n me engano teve outros casos mas n lembro agora, no cinema sou mais Marvel, seriados fico com DC, da Marvel só gostei mesmo do demolidor e o demolidor n eh afetado pelo cineverso da Marvel só n curto eles n falarem os nomes dos personagens tipo ao invés de falar Thor tem q ser Deus do trovão coisas assim.

  • Keilla Teixeira

    A segunda temporada teve vários problemas. Tb não curti muito a Elektra (a forma como ela consegue os Sai é bizarra), a adição de tramas místicas me deixou muito confusa, não entendi uma porrada de coisa, a luta do última é meio qualquer coisa (que nem na temporada passada, as resoluções da maioria dos plots é bem anticlimática). Mas mesmo assim, ainda tem tanta coisa boa que o saldo é positivo.
    Adorei o Frank, o Foggy, a Karen, a trama com a Reyes, a participação da Claire, a aparição do Fisk, agora sim o Rei do Crime, as coreografias de luta (ficaram melhores ainda). Quando uma série te faz roer as unhas, ficar na ponta da cadeira e prender a respiração é porque a coisa é boa. Meu coração veio na boca em vários momentos. Foi uma carnificina linda de se ver. E olha que eu não curto muita sanguinolência.

  • Eduardo Cunha

    Alguém sabe qual a música tocando aos 07:45?

    • Carol Merida

      Tô aqui tentando lembrar onde eu já ouvi essa música pra pegar o nome pra vocês, mas tá difícil hahahaha

    • É Howlin For You do Black Keys 🙂

  • Edson de Freitas

    A Elektra estragou, nao consegui me importar com ela e nem sentir a ligação deles, tanto que tiveram que explicar dentro da série. E um fator estético ela não parecia letal, muito magra vc não fé que ela aguenta porrada e nem que a dela machuca.

  • Alexandre de Paula

    Terminei este podcast triste…

    Vira e mexe vejo vocês se esforçando ao máximo pra levantar os pontos altos de outras séries. Muitas vezes, séries até um pouco mais fracas, mas fica sempre aquela sensação de que vocês ficam espremendo uma laranja seca pra tentar tirar algum caldo.

    Ai aqui temos a segunda temporada de Demolidor, que tem sim problemas. Mas tem muito mais qualidades… e vocês passaram a maior parte do programa batendo na série.
    Teve momentos que até se tentou enaltecer um dos vários pontos altos, mas não deu-se o devido mérito. Exemplo: quando foi citada a cena do Justiceiro na prisão, arrebentando todos os presos ali, teve um rápido elogio e já atropelaram o assunto mudando pra cena do Fisk X Murdock. Isso deixou uma sensação de descompromisso em valorizar a série.

    E não adianta depois da pancadaria toda dar notinhas altas no final. No resumo, do jeito que foi colocado, parece que a única coisa boa da série foi o Justiceiro.

    Agora…pra defender Batman Vs Superman e as pastinhas do Lex, o Juras vai com unhas de dentes huahuahuahuahuaha

    Paciência…

    • Plebe das Noticias

      Concordo em partes com seu argumento. Acho que isso tem que ser trabalhado melhor pela turma do cast.

    • Opa Alexandre, eu acredito que citei durante o cast vários pontos positivos, como narrativa, o fato de trabalharem com tantos personagem e se saírem bem, a transposição excelente do Justiceiro e de arcos, sem falar as boas cenas de lutas e impacto. E ainda acho Demolidor a mais interessante série de super-heróis da atualidade. Abraçaço e valeu pelo comentário!

      • Alexandre de Paula

        Sim Wilker, realmente houve menções dos pontos positivos. Mas eu me refiro ao time como um todo e a questão de maior parte do programa ser sobre os pontos negativos rsrs É como eu escrever 5 linhas defendendo e 10 detonando.
        Mas percebi mesmo que dentre os convidados, você foi o que mais tentou defender 😉 E como sempre, sempre atencioso com os comentários, valeu!!!

    • Lucas Dias

      Pois é… ta dificil é o segundo cast desse “Canal” que escuto e que fica muito chato.. fora que ta ficando meio foda o compromisso deles… Do mesmo jeito que eles comparam series, se compararmos podecasters, o Canal 42 e o Rapaduracast parece q se perderam e só provam que não intendem nada do assunto.. se for pra discutir sem argumento nenhum vou pra mesa do Bar e conversar com os amigos…

    • Cleber Segundo

      teve outro podcast que fez a mesma coisa que eles, só bateram e no final disseram que estava legal…vai entender

  • lucas rafagnin

    O áudio do cast tá meio zoado em alguns momentos, alterando o volume do microfone, bizarro.

  • Rodrigo Deway Bacelar

    Ótimo cast. A presença do Wilker enriqueceu bastante a discussão.

    Achei a segunda temporada um pouco irregular. O início é alucinante e com uns 4 ou 5 episódios excelentes. A composição do personagem do Frank Castle, a discussão entre os diferentes pontos de vista entre Justiceiro e Demolidor, as duas lutas entre os dois, a cena em sequência na escada, etc. Tudo super coeso, com uma cinematografia impressionante.

    A partir do momento em que o foco muda para a Elektra a série cai bastante. A má atuação e falta de carisma da Elodie Yung contribuem para que série se arraste por alguns episódios. Isso e a falta de foco na trama, explorando muitos pontos ao mesmo tempo.

    No final das contas o enredo do Tentáculo acaba funcionando e o flashback da Elektra ajuda a trazer uma certa empatia à personagem.
    O Wilson Fisk brilha sempre que aparece em tela e ainda somos brindados com uma excelente cena de luta do Justiceiro na prisão.

    Não curto muito as ações do Frank após conseguir sair da cadeia. O desfecho do misterioso Blacksmith é fraco e previsível, o que acaba deixando o personagem do Justiceiro sem função na reta final da temporada. A participação dele na luta com o Téntaculo é ridícula.

    É uma segunda temporada com momentos maravilhosos, mas muitos erros. Ainda assim é bem superior a tudo mais feito da TV com relação à adaptação de HQs.

  • A Karen nem advogada é e tem mais tempo em série do que o foggy.
    Cheguei a dar umas adiantas nas horas em que ela aparece!

  • El Luchador

    Bela trilha de fundo, hein?!

    Não fiquei prestando atenção, mas ouvi Rocket Queen, Gasoline, Black Hole Sun, etc.

    Curti.
    haha

    • Tonhão

      Eu entrei aqui só pra fazer esse comentário! Quando tocou thought glass nem prestei atenção no cast, fiquei cantando cm o Corey Taylor. Hshuahuahs

  • Paulo Alves da Silva

    A série realmente não é perfeita, mas fico com o Wilker e dou 5 estrelas.

    O arco da Karen realmente é chato toma muito tempo de tela, mas não achei a trama da Elektra ruim, porém concordo que a atuação da atriz não é das melhores mas não me incomodou. Sempre fui fascinado pela Elektra desde que ela foi introduzida por Frank Miller no universo do Demolidor trazendo a reboque o pessoal do Tentáculo, os ninjas que se desfaziam ao serem mortos, a participação da Viúva Negra com visual repaginado, a organização sendo inserida aos poucos na trama, a participação do Stick, Garra, Flecha e Rocha, a morte de Elektra pelo Mercenário e o desfecho da saga com o Tentáculo tentando ressuscita-la, fantástico, em termos de quadrinhos é uma das melhores coisas que li até hoje.

    Vendo a série, a impressão que tive é que estava lendo quadrinhos na tela da TV, a minha experiência foi maravilhosa, tenho pouco a reclamar.

    O Tentáculo é o grande vilão da série, eu pelo menos consigo enxergar dessa forma, ninguém em sã consciência iria colocar o Justiceiro como vilão e sim como vítima, que é o que os roteiristas tentam fazer através da investigação da Karen, mas não funciona muito bem.

    O desfecho da trama do Blacksmith foi muito mal elaborada, terrível.

    Concordo com o Bruno que no universo de super-heróis e a melhor coisa já feita, deixa na poeira todas as outras séries e filmes.

    Vejo pouca gente comentando, mas acho muito legal um frame dos créditos onde citam todos os que escreveram ou desenharam os personagens da série, bela homenagem.

  • Ander Navarro

    SHOW!!!! PODIAM POSTAR A TRILHA SONORA USADA NESSE POD?

  • Paulo Sérgio

    gostei do Podcast.. achei esta temporada um pouco inferior em relação a primeira mas ainda assim de grande qualidade.. o Justiceiro foi uma agradável surpresa….

  • Gabriel Do Amaral C. de Souza

    Turminha, me ajudem a decidir se eu vi coisas demais…

    SPOILER
    SPOILER
    SPOILER
    SPOILER
    SPOILER
    SPOILER
    SPOILER

    Após a cena em que o Wilson Fisk arrebenta com a cara do Matt, que revida, incitando aquele comentário “the son of a boxer!”, que vocês mencionaram no cast, em um certo momento o Rei do Crime está sozinho em sua cela, refletindo, e desconfiadamente passa a mão em seu queixo, talvez cogitando a hipótese de já ter sentido aquele golpe antes. Fiquei imaginando se logo ali o Wilson já não percebe que o Matt pode ser o Demolidor. O que acham?

    Parabéns pelo trabalho de vocês. Minha namorada e eu apreciamos muito o empenho e dedicação que demonstram. Estou tentando ensiná-la a arte de “ricardar” , mas seu espírito é muito “jurandiniano”. Tá foda!

    • Fernando Killan Lima

      Exagero pensar que um criminoso vá se lembrar de uma porrada no estilo “eu já senti essa porrada antes”… Aliás, isso jogaria a narrativa MUITO para baixo no quesito realidade… Claro que quando ele descobrir, pode perceber que aquele momento significou um pouco mais… Enfim…

      • Gabriel Do Amaral C. de Souza

        Pois é, cara. De certo modo eu concordo contigo. Talvez no quesito realidade que a série assume isso pode ser negativo. Fiquei com a pulga atrás da orelha, pois não há sentido narrativo na cena do Fisk sozinho em sua cela mexendo no queixo. Mesmo que rápida, não há argumento para sua existência. Veremos no ano que vem, eu suponho.

  • ThePescadorParrudo

    Essa Elektra não deu, chatíssima e dublada pela “Giovanna Ewbank” ficou ainda pior, adiantei as partes com ela, mas, acabei desistindo da série >;(
    Talvez volte a assistir por esse cast 🙂

  • Carol Merida

    Finalmente coloquei em ordem todos os episódios do 42 hahaha
    Bom, eu gostei muito dos comentários, maaaas (e pela primeira vez um “mas”) achei que faltou mais opiniões positivas sobre a série. Senti que a série nesse podcast era tipo a cara do Punisher, foi detonada a temporada toda, mas não posso dizer que vocês estavam errados em alguns pontos, como o exagero de subtramas. Chegou um momento em que eu tive que assistir um episódio duas vezes para entender realmente o que eu tinha perdido naquele punhado de informações.
    Mas não dá pra negar que Demolidor é a melhor série de herói, é também a melhor desenvolvida e de qualidade técnica. As lutas realmente pecaram em alguns episódios, senti que voltamos aos dois primeiros episódios da primeira temporada onde as lutas pareciam na verdade uma dança, mas são positivas mesmo assim, melhor do que muitos filmes e séries.
    O arco da Elektra me frustrou inicialmente, mas ao longo do segundo ou terceiro episódio de sua aparição, já comecei a me familiarizar com a situação e acredito que ela tenha um pouco desse lado insano da Elektra da HQ, esse lado incompreendida pelo mundo, o que a força a ser mais forte do que os outros e acredito que esse ponto só pôde ser passado lá para o final mesmo.
    O Punisher foi mesmo o ponto de ouro da série, não há como negar, embora o final do Blacksmith tenha me deixado com a maior cara de “QUE” enquanto assistia, achei que poderia ter sido algo mais…. Emocionante, com talvez um diálogo mais emocionante. Foi fraco o desfecho para aquele determinado vilão.
    No mais, todos os personagens foram muito bem desenvolvidos e explorados, a Karen é meio picolé de xuxu, mas até que deu pra entender as motivações dela e até simpatizar. Queria poder falar sobre todos os episódios, mas aí rende comentários maiores do que os que eu estou com disposição para escrever (que aliás, esse já ficou absurdo) hahaha

    Como sempre, gostei muito do podcast. E Bruno, garoto, você quer me falir com esse Like a Box?

  • Filipe Bortoletto

    Marvel melhores heróis? Má nunca…

  • Victor Teodoro

    A parte final me incomodou muito, foi de fato a única coisa que me incomodou de verdade nessa segunda temporada. Me senti representado pelo Bruno, até a forma que ele falou foi exatamente a mesma coisa que pensei quando vi a cena.

    Mostra planos altos com vários ninjas, duas ou três vezes, a Elektra pergunta pro Demolidor quantos tem e ele diz que tem mais do que ele possa contar, isso te passa uma sensação do tipo: “Agora fudeu!”. O quando eles saem tem meia dúzia de gatos pingados. Ah como fiquei puto… kkkkkkkkk

    Mas gostei bastante dessa temporada e estou com o Wilker, Demolidor é uma das melhores séries de super-heróis da atualidade.

  • John L. F. Silver

    Stone sour na trilha sonora <3

  • guilhermedc

    TV: Marvel >>> DC
    Cinema: DC >>> Marvel

    • NapoliThanos

      Verdade. Cinema: DC <<< MARVEL

  • jardel

    Como concordo com o Ricardo Rente , flash , supergirl são bemmmmmmm malhação , parece series da mtv e são ruins.

    • Rodrigo Deway Bacelar

      São feitas para um público mais jovem, na faixa dos 12/13 anos.
      Tendo isso em mente, essas séries têm bastante valor de produção, são leves e divertem a criançada.

  • GR

    Galera gosta de pegar no pé de Legends of Tomorrow… Pra uma série que não tem o peso de uma série com um icone medalhão da DC, a audiência é decente. Tanto que ganhou uma segunda temporada. Claro que como toda série tem seus problemas, mas o vilão é muito bom e o maior rumor é que Constantine deve se juntar ao bando pra segunda temporada pra ver se dão um fim a Vandal Savage nem que seja no inferno!

  • Pedro

    O Ricardo Rente é aquele tipo de pessoa que elogia falando mal. “Ah, a série é boa, MAAAS o personagem é ruim, o outro também, o outro também, a trama podia ser melhor, a narrativa é ruim, a história tem furos, e mais um monte de coisas que me incomodaram… mas é muito boa!”

  • Fernando Killan Lima

    Gosto quando vocês falam de séries que praticamente ninguém viu… Nesta vocês tem muito cuidado e atenção para dissecar cada característica… Fiquei contente ao saber que todo o cast seria de spoiler, sem ficar perdendo tempo falando do que é a série…

    Mas realmente, vocês fizeram sequências e mais sequências de comparações infelizes… Uma que veio agora de relance é falar que o Nobu na primeira temporada quase matou o Matt, e agora tomou uma surra… O MATT AGORA TEM UMA ARMADURA, que ele não tinha quando enfrentou o Nobu na primeira vez, e isso é só um detalhe a se levar em consideração…

    A Karen, que vocês praticamente só falaram mal, tem um crescimento enorme na personalidade na primeira temporada, e um ainda maior nessa… Mas reclamaram da característica “Quadrinesca” de querer se envolver em todos os assuntos que ela assumiu…

    0 Comentário sobre o trabalho de tribunal feito na série que carregou bons momentos, botou o Matt realmente numa vida dupla… Enfim, vocês não avaliaram a série… Falaram que o plano e sequência não foi plano e sequência (Caguei pra isso)… Falaram que a Elektra irritou, e de fato o fez, mas focaram num aspecto que só me faz pensar que vocês nunca sabem o que querem…

    Faz parecer que querem um episódio cheio de piadinhas, outro cheio de luta, outro cheio de embate psicológico… e por aí vai, até atingirem todos os pontos, sem notar que vários desses “pontos” são atingidos a cada episódio, a cada gesto dos personagens e a cada fala CARREGADISSIMA de subtexto e monólogo interno…

    No mais, continuem fazendo post sobre séries menores, que nisso vocês realmente mandam muito bem… Quanto as séries que um maior número de pessoas vê e gosta, é melhor organizarem melhor para abordar todos os pontos, senão fica muito unilateral e difícil de aguentar ouvir o post até o final…

  • João Neto

    O que mais me deixou puto com essa temp é a quantidade de cenas escuras. Tem diferença entre a série ser soturna por causa do tom e escurecer demais as cenas de ação pra esconder os defeitos. A atriz q fez na Elektra n tem carisma algum e pensar q ela quase ia ser a Mulher-Maravilha, na disputa pelo papel, e perdeu pra Gal Gadot (GRAÇAS À DEUS!!!), quem roubou a cena no BvS? Justiceiro mandou bem mesmo mas como alguém disse aí no podcast é muito aqueles filmes de vingança dos anos 80 ou 90 não iria dar certo (No sentido de grana). Enfim, é algo d marvel q gosto q infelizmente não veremos no cinema.

  • SmokeE3 .

    Incrível ver como a minha opinião é tão diferente da de vocês, como eu discordo em inúmeros aspectos como:
    Karen virar jornalista: a série estava criando isto desde a temporada anterior, e deu muito mais enfase nessa temporada, logo nos primeiros episódios, quando ela ta investigando o Justiceiro, vc já sabe algo VAI acontecer de errado na firma de advocacia, pq ela é obrigada á virar jornalista, pq jornalista de verdade é aquilo ali, corre atrás das fontes.
    Mostrar o Rei do crime: Dito como um erro da série, mas achei bem importante, pra quem não é leitor dos quadrinhos, era importante rever esse personagem, mostrar que ele ainda está vivo. Seria muito sem graça se na 3ª temporada ele surgisse do nada, ia parecer que eles tavam sem um vilão pra colocar e OPA, olha lá o rei do crime de novo.
    Não ter O vilão definido: The Hand É o vilão, pena que nem as pessoas que entendem de Demolidor conseguiram ver isso.
    Acho que o que pode passar batido á muitos, é que como agora o Demolidor estava mais experiente, ele batia em todos os gangsters sem problema, por isso foi necessário implementar os ninjas, algo que Dragon Ball costumava fazer.

    E eu pensei que vocês iriam falar: “Tão ressuscitando a Elektra, pq não ressuscitar o Kilgrave?

  • Tonhão

    Eu Pensando q o Bruno ia anunciar a volta do cinecast e ele manda like a box. :/ n me ilude bruno.

  • André Fernandes Terra Nova

    Acredito que a Elektra e o Tentáculo devem ser mto mais os vilões de Defensores que de Demolidor, é o tipo de Organização que obrigaria uma junção dos personagens.

  • João Paulo Hanke

    Então, eu achei essa segunda temporada de Demolidor “ok”.

    Tipo, a série continua boa, mas não traz nenhuma novidade pra essa temporada. Tá, tem o Justiceiro e a Elektra, mas achei que a adição deles poderia ter sido bem melhor explorada também. Não percebi em momento algum o Matt em conflito ou repensando seus métodos por influência destes novos personagens, pelo contrário, ele tá 100% certo do caminho que tem que seguir.

    Gostei que pelo menos desenvolveram o Foggy de uma maneira bem bacana, ele tomando as rédeas no julgamento do Frank e meio que botando o dedo na cara do Matt cobrando o mínimo de responsabilidade dele enquanto advogado foi bem interessante! Mas o próprio Matt parece que não se desenvolveu muito, por outro lado… E, pra variar o Rei roubou a cena (mesmo nas poucas que ele aparece. Que cena é aquela dele com o Matt na prisão!)

    E, só pra desfazer uma confusão do comecinho do episódio, em relação às séries da DC: o CW é um canal da Warner E da CBS (e não a CBS ser da CW), por isso que o crossover de Flash com Supergirl foi possível (ainda ta “tudo em casa”, diferente de Gotham que tá com a Fox). Outra coisa que tem aí é que o produtor da série dela é o Greg Berlanti, o mesmo que produz Arrow, Flash e Legends of Tomorrow (outro fator que facilitou bastante esse crossover).

  • Raul Ricci Neves

    Gostei do cast e principalmente pelo uso de músicas das bandas Breakin Benjamin e Three days grace <3

  • Fernando Watanabe

    Quando anunciaram Justiceiro e Elektra achei que seria uma temporada superior à primeira e isso estava acontecendo durante os quatro primeiros episódios, mas só foi a Elektra ser introduzida que a qualidade caiu.
    O excesso de sub-plots e trama desinteressante dela prejudicou a 2ª temporada. Se fosse uma história focada apenas no Justiceiro bem melhor. Adorei o trabalho do Jon Berthal e estou ansioso pela série do Justiceiro. Ele merece!

  • Norberto Silva

    Acho que ninguém comentou, mas olha o vídeo de onde o pessoal tirou a ideia prá história do Justiceiro:
    https://www.youtube.com/watch?v=nWeQXMZXO6U

    Quando ele falou da cena da filha o abraçando e o pessoal gravando para colocar no youtube lembrei na hora…

  • Felipe Bezerra

    Gostei do cast, tendo a gostar bastante das participações do Wilker, aqui e no Rapadura.
    Achei um pouco fraca sim a 2 Temporada sim(Comparada com a 1, no geral continua boa). Uma coisa que me incomodou um pouco foram os furos de roteiro(Stick velho maluco do caralho, salva a Elektra pra na frente mandar um pau no cu matar Ela), os ninjas no episódio final chegam a ser patéticos, e a Karen Lois Lane… No geral ainda é uma série que vale a pena, mas tá longe de ser essa coisa boa toda(apesar dos excelentes 4 primeiros episódios). Quanto aos outros personagens, incluindo o Justiceiro, acredito que a Netflix poderia pensar sim em Temporadas com 6, no máximo 8 episódios…
    Absss

  • Felipe Miranda

    DC tem os melhores jogos. Serie Arkham mandou abraço.

  • Maycon Alves

    Bom seriado com gente feia? Doc Martin!
    Seriado britânico de comédia que conta a história de um ex-cirurgião que vira clinico geral em uma pequena vila no norte da Inglaterra. Conheci no Netflix, é meio antigo, mas continua até hoje com 7 temporadas.

  • Eu reconheço que a série tenha alguns problemas de ritmo, mas mesmo assim ainda considero o melhor material de histórias em quadrinhos adaptados para TV.
    isso por que na minha opinião ela é bem balanceada na questão visual(estética) e dramaturgia.

    Fico meio chocado com comentário de alguns formadores de opinião, que tenho visto criticar algumas cenas do demolidor, ditos “nerds”, leitores de quadrinhos…

    Referente a cena do Hospital. Eu gosto da cena, do escuro, da sinestesia causado pelo som. Eu não fico preso a aspectos técnicos reparando em dublês e enxergando a cena como uma “desculpa por não ter um bom coreografo”. Acho até que ela faz referencia a o experimentalismo estético frequente nos Hqs.

    com relação aos comentários da parte da trama final sobre a Electra, que ficou complicado a coisa das reviravoltas dela com o stick e dela ser a “arma”. O pessoal ai falou que é algo muito complicado pra mídia da televisão(se não me engano foi o Ricardo Rente). AAA negada isso é quadrinho puro! essa complexidade é puramente traço das histórias malucas dos quadrinhos. daqui a pouco a Electra é revelada como um Skrull e explode a cabeça de todo mundo! kkkkk.

    É exatamente disso que eu gosto ver reproduzido na tv. Essa trama complexa. Quando vejo alguém pedir algo mais fácil, por exemplo um antagonista claro, me parece que vocês querem dar uma “Joss Whedomzada” na história rs. Querendo algo redondinho, mais simples. E esquecem dos fãs fieis dos quadrinhos.
    por falar em histórias fáceis, eu acho que isso é a principal motivo por muitos fãs se magoarem com as adaptações. Por que o roteirista de cinema pensa muito mais em resolver a narrativa do que filme, deixar ele fluido e nisso tem que mudar alguns elementos que pra nos fãs são essência dos personagens.

    Isso aconteceu recentemente no Batman v Superman, o roteirista mudou a essência do herói pra fazer um mecanismo de conflito na narrativa. Ele colocou o Batman sendo um carrasco assassino, só para o superman ficar contra ele. Eu entendo a adaptação como mecanismo, mas pra mim isso matou o filme. Por que eu sou fã de quadrinhos e faço questão de ver pelo menos a essência do meu herói intacta.

    Bem… voltando pro demolidor. Ao assistir a segunda temporada afirmo pra vocês que é a melhor série adaptada a TV de quadrinhos.
    Gosto dos uniformes, gosto da construção dos personagens.
    acho tão legal a maneira que aos poucos eles vão introduzindo as habilidades do personagem. até a questão de como ele vai utilizando o bastão(não tem uma arte clássica do demolidor nos quadrinhos que ele não esteja se enroscando na cordinha desse bastão kkk). A progressão é legal, começou aos poucos na primeira temporada com o stick e agora na segunda com a adição do cabo de aço. E isso é muito a essência do personagem, que luta em um estilo quase como se jogasse sinuca com as paredes acertando o bastão nos inimigos. E é muito massa ver isso progredindo aos poucos. Diferente de como seria se fosse um filme.(como o capitão américa, que começa a utilizar o escudo assim de maneira meio gratuita)
    Gostei muito do demolidor. embora ache certo exagero dizer que aquele ator é incrível e tal… sei não eu acho até que ele meio “broklinizou” o personagem… mas assim, acho que rolou. Afinal de contas o justiceiro shane do the Walking Dead é muito melhor do que qualquer outro interprete que fez o personagem anteriormente.

    Finalizando… a série nem tem um roteiro tão fácil como os filmes da Marvel, e Respeita meus olhos com as propostas estéticas(diferente do Zack Snider que exagera um pouco em alguns momentos, sendo “Michael Bay” dos filmes de super herói rs).

    Valew negada, espero estar fazendo um comentário construtivo!
    Recomendo a vcs o site Pipoca e Nanquim, pois na minha opinião eles sim são feras em analisar esse tipo de material vindo de quadrinhos.(eu não tenho vinculo nenhum com o site rs) Eu só acho que a “negada do jurandir”, o pessoal do omelete e os jovens gordos da amazing pixel concentram muito a opinião do público nerd em uma panelinha de opiniões. A coisa mais normal do mundo e escutar em um mesa de bar nerd, malucos reproduzindo a ideias de vocês.
    por isso eu indico um pouco mais de cautela com opiniões críticas focadas em apenas e detalhes técnicos de produção. pois vocês tem uma responsabilidade grande com essa negada jovem.

    fica ai o meu abraço. Sou muito fã de vocês, e continuem com o projeto!!!

  • Arthur

    Exagero do Bruno falar que Demolidor é a melhor coisa que tanto Marvel quanto DC já fizeram.

  • dplusl

    Mano, Homem-Aranha é o que fez mais sucesso porque o brasileiro se identifica com ele: é fodido na vida, e vive em prol da zueira!

  • JuniorDurden

    Muito bom!

  • Eduardo Olimpio

    Eu achei a primeira temporada ótima e a segunda excelente!
    Recomendo muito!

[contact-form-7 id="78" title="Formulário de contato 1"]
Mostrar
Sumir