S02E36: Westworld [TEMPORADA 1]

Canal42 S02E36

Jurandir FilhoBruno Costa e Ricardo Rente se reuniram para falar sobre a primeira temporada de Westworld, série da HBO. E aí, temos a substituta de Game of Thrones no canal? Quais as melhores teorias sobre a trama? Quais os melhores personagens? O que não funcionou?

Sinta-se em casa e deixe o seu comentário. \o>


TRAILER DE WESTWORLD TEMPORADA 1


TIMELINE DO PODCAST

[Introdução SEM SPOILERS | até 43min40seg]
[Temporada 1  COM SPOILERS | a partir de 43min50seg]


VOTE AGORA!

[LINK] Participe do TROFÉU 42 2016! VOTE!


ASSINE O NOSSO FEED

Não perca nenhuma edição do 42. Assine:

iTuneshttps://itunes.apple.com/br/podcast/canal42.tv/
Android/Windowshttp://feeds.feedburner.com/canal42podcast


SUGESTÕES, CRÍTICAS E DÚVIDAS

Envie e-mails para: canal42podcast@gmail.com


OUÇA AGORA O PODCAST

Aperte o play abaixo e bem-vindo ao nosso mundo:


Quer baixar essa edição para o seu computador? CLIQUE AQUI!

Comentários

  • Matheus Gomes Coelho

    Fica a dica do anime Haikyuu! sobre vôlei, é um dos melhores animes disparados que eu vi nos últimos anos, daria um excelente programa.

  • Genarte Fernandes

    Algum dia vai sair podcast do The Leftovers? Espero um podcast dessa série desde o começo do Canal42.

    • Paulo Victor

      Acho que merece, mas como só tem mais uma temporada acho que rola esperar e fazer da série completa.

  • Niil Martins

    Não to conseguindo entrar no grupo do telegran. O endereço telegram.me/canal42podcast não ta rolando!!!

    • Tati Oliveira

      É telegram.me/canal42, tenta dnovo aí =D

      • Niil Martins

        Muito obrigado, fiquei meio ausente esses dias e so pude ver agora, e finalmente consegui entrar!!!

  • André F

    Concordo com o Ricardo, a série é boa, mas não é fantástica e assim como ele, também achei que a pior parte foi a da Maeve.
    Uma coisa que vocês não falaram, mas que me incomodou bastante na narrativa dela, foi quando ela pediu para aumentar a inteligência dela ao máximo e o cara lá aumentou de boa sem nem ao menos pensar, ele tinha o controle dela, literalmente, na mão e poderia ter deixado a intelingência dela em 0 e nada daquilo precisava acontecer, me pareceu muito forçado.

  • ᴰᴱcᴀsτʀᴏ

    Beleza, excelente, agora #SaveHannibal

  • Marcio Florindo

    entao, só vim comentar, que concordo com o Ricardo rs Serie “ok”, e uma curiosidade, a abertura da serie foi feita em Unity (engine de jogos) isso mesmo, não foi renderizada, como normalmente se faz por ai, é uma nova tendência, que esta sendo materia em algumas capas de revistas especializadas em 3d, usar engines como Unity ou unreal, para as cinematics.

  • João Paulo Sartori

    Quanto a Westworld ser considerada substituta de Game of Thrones, há uma lógica, por ser uma serie de grande produção, é a serie que a HBO já deixa engatilhada para ganhar prêmios no lugar de GoT, não que necessariamente venha a ser melhor que sua antecessora, mas já é um produto que pode render bons frutos no futuro para a emissora.
    Eu gostei muito de Westworld, e pessoas o fato de eu gostar ou não, é pessoal, isso não faz a serie ser melhor ou pior, também não a deixa imune a criticas, por exemplo, eu adoro The Flash, mesmo sabendo que a serie tem um monte de problemas, mas eu vejo por que gosto e me divirto vendo a serie.
    Westword também tem seus problemas, aqui são alguns personagens/trama, o roteiro em alguns momentos tem uns furos, como o Ricardo falou no cast, a suspensão de descrença as vezes exige muito do espectador, o que pode acabar não acontecendo, não vou me aprofundar muito aqui porque no cast ficou bem exemplificado.
    A serie, no entanto, tem produção, direção e musica incríveis, Westworld é uma serie belíssima, que em algumas cenas enche os olhos, só por isso já vale a pena ver.
    Se por um lado o roteiro é fraco por esperar que o espectador acredite em situações não criveis de acordo com a serie, por outro é extremamente eficaz ao abordar questões que desafiam o próprio pensamento humano, desde Platão até pensadores atuais, a vários questionamentos abordados pela serie, direta ou indiretamente que a torna muito interessante. questões como: Qual o verdadeiro homem o civilizado ou o primitivo? e, vivemos em uma servidão voluntaria? devido a nossa vida as vezes também parecer estar em loop, o que poderíamos fazer para quebrar esses loops? Por que não fazemos?
    Voltando a serie, nos questionamos será que os androids seguem apenas sua programação, ou eles poderiam quebrar esse paradigma e fazer escolhas, pois se há escolha não pode haver “escravidão”, mas sim uma servidão voluntaria e Étienne de La Boétie em 1563 já postula sobre o assunto em “Discurso da Servidão Voluntária”, onde se pergunta não porque as pessoas fazem tal coisa, mas por que a fazem sem antes questionar, isto é se submetem por vontade própria. No entanto ainda não sabemos ao certo isso na serie, porém a questão da escolha deve ser abordada nas próximas temporadas.
    O cast ficou excelente, com uma discussão enriquecedora por parte de todos os participantes.

    João Paulo (JP) Sartori, 24 anos, Curitiba- PR

    P.s.: Descobrimos que o Ricardo ouve Kelly Clarkson!!

    • Filipe Bortoletto

      poderiam ter pego uma saga como a torre negra do King para substituir game of thrones.

      • João Paulo Sartori

        Talvez, mas a Torre Negra vai ser adaptada em filmes pela Sony, o que torna impossível uma serie da mesma, por uma questão de direitos autorais. Mesmo que estivesse disponibilidade para uma adaptação de TV, creio que a HBO não faria, nem de A Torre Negra nem de qualquer outra serie de livros, por que eu acredito, que o estúdio quer realizar uma produção original, Westworld mesmo sendo baseada em um filme, a serie transcende a trama do longa, o que permite uma independência criativa, Game of Thrones (serie) mesmo tendo ultrapassado o livro, ainda tem a consultoria do Martin e mesmo com a afirmação que terão finais diferentes, talvez não se diferenciem tanto.
        Segundo o Nolan, já foram estruturadas mais quatro temporadas de WW, sendo este o motivo para a pausa na produção, com previsão para um total de cinco a seis temporadas.

        • Tiago Lima

          Já estão fazendo uma série de Torre Negra para 2018, que vai se passar antes dos acontecimentos do filme, não tem emissora ainda, mas como é da Sony não deve ser na HBO

  • Edinho Bianchini

    Nossa Ricardo eu sei q vc gosta de dar suas opniões horriveis , mas as vezes incomoda muito quem ta ouvindo…

    • Iuri Matos

      então você quer que o cara não dê a opinião dele? wtf

      • Juliana Duarte Motta

        lógico que o cara pode dar a opnião dele – mas não com esse ar de arrogância e desprezo. tem várias situações onde participantes criticam algo de uma série ou filme, mas sem o deboche que o Ricardo carrega na voz quando fala. Ninguém tem que aturar isso. Quando o cara falar civilizadamente, quem sabe.

    • Antonio Junior

      “You can’t handle the truth.”

  • Carlos Vinícius

    melhor serie de estreia.

  • Luis Fernando Mendes

    Bem, eu gostei da série pra caramba. Pirei com as fotografias, produção, efeitos especiais e principalmente a impressionante performasse dos atores, entre Antony Hopkins que chega a ser um crime altíssimo não ser indicado a prêmios. Westworld tem furos?? tem sim, mas que série não possui não é mesmo. Não achei as frases de efeitos barrigas de roteiro, muito pelo contrario, isso preenche bem a história, mostra que os anfitriões são tão humanos e sentimentais quanto os jogadores do parque. Eu acho que a série foi otima, o final foi bem entregado e bem a critica filosófica foi bem explicada, principalmente a religiosa. EU acho que vale 5 estrelas

  • Luis Fernando Mendes

    Não posso deixar de elogiar as trilhas do programa. Bem escolhido Black Hole Sun do Soundgarden nesse episodio, adoro essa banda!

  • Miguel Martins

    Então, quero começar falando sobre essa abertura de vocês e a transação pra zona de spoilers: essas falas em inglês que vocês colocam são muito grandes, tipo, não é meio sem sentido ficar ouvindo 2 minutos de um diálogo em inglês, sendo que o podcast é PT-BR e corre o risco de alguém não entender as falas?

    Enfim, concordo com o Ricardo com o lance da Maeve, pra mim foi fraca também, mas ela voltou pra procurar a filha por dois motivos: primeiro porque agora ela vai pra outro parque, dando motivo pra ter mais uma temporada e segundo porque isso conversa com a ideia do labirinto, que é o robô ter consciência de suas ações, já que Arnold só programou ela pra dar um jeito de sair do parque e ir embora, não em voltar pra procurar sua filha. Sobre o Arnold, a galera já comentou o que eu ia comentar, Ford escondeu tudo até pra não queimar o parque né. Sobre a próxima temporada, pode ser sobre a segunda guerra mundial, já que na parede o novo símbolo é um “SW” (second war) ou pode ser o mais óbvio também, que é SamuraiWorld lol.

    Ótimo cast como sempre, vocês são absurdo demais.Tem uma frase nesse seriado que fiquei apaixonado:

    “These violent delights have violent ends.”

    Feliz natal pra todo mundo!!!!

    • Felipe SagN

      Sobre a Intro em inglês com partes do seriado, isso é herança do Rapadura.

      • Seria interessante que colocassem a versão dublada das cenas quando possível.
        Assisti a série legendada, e no final fui ver um episódio dublado. Está com uma ótima qualidade a dublagem, sendo que quem dubla o Ford é o mesmo dublador do Wolverine, o Bernard é o mesmo do Superman… Enfim um trabalho de qualidade, que faria mais sentido para o público brasileiro.
        “Ah, mas aí vc perde as nuances da atuação original…”, pode ser que sim, mas acho que muita gente assiste em inglês legendado e pode não conseguir captar muito bem o que é dito apenas no áudio.

        • Felipe SagN

          Sim, poderia ser com trechos do seriado dublado.
          Mas acho que ser em inglês esta na “formula” da edição herdada pelo estilo Rapadura de edição.

  • Tati Oliveira

    Rente disse TUDO que penso sobre o plot da Maeve, foi muito WTF ver como ela conseguia fazer as coisas e os dois bobões lá só seguindo a lide sem fazer nada. Parabéns pelo cast, adoro, ouço toda semana, mesmo com spoiler (#polêmica)!

  • Alexandre Erédia

    Olha posso ser um dos poucos nessa geração internet, como foi comentado no inicio do podcast, que mesmo adorando a serie não participa de forums ou grupos de qualquer rede social, não porque não quero receber spoiler(de verdade, no meu trabalho as pessoas não estão nem ai, falam mesmo, –‘)…Mas porque prefiro antes entender do meu jeito a serie ou filme….Depois vou buscar informações e taus(exceção Mr. Robot foi com canal 42 que resolvi ver, Obrigado!)… Assim até acho querer se fazer do “sabidão” quando ricardo(novidade), bruno e até jurandir(acha tudo bom) dizerem que: “ha a serie exagerou nisso ou naquilo, deviam ter falado ou mostrado antes”…ok são opiniões, mas as vezes tentar buscar de mais não é a proposta mesmo nesse nosso mundo da internet onde é impossível esconder algo… Exemplo os plots twists do westworld(cara@#o!) eu me surpreendia a cada um que via!(pu@# que par@%o)…kkkkkkkkk
    Assim minha “dica”, para aqueles que não assistiram vejam sem informação vazada que WestWorld vai surpreender! 😉

  • Olecram7xy

    Discordo que foi ruim a Maeve ter voltado, na vdd ali foi onde ela teve a o real controle, foi onde ela encontrou/descobriu a sua consciência. Se vcs lembrarem bem, estava no roteiro dela fazer tudo aquilo, buscar aliados, entrar no trem fugir do parque e até mesmo qnd chegar na cidade (o resto ela n quis saber) //// ou seja no momento que ela escolhe n ir pra cidade, ela está controlando as próprias atitudes.

    • Iuri Matos

      exatamente!!!

    • Thiago Maciel

      Não. A Maeve claramente está dentro de uma narrativa ainda. O Bernard até leu que alteraram a narrativa dela, viu que ela estaria tentando escapar. A única que encontrou a consciência foi a dolores mesmo eu acho.

      • Antonio Moises

        Mas essa é a dica, quando o Bernard fala que ela está agindo dentro da narrativa, ele fala que ela vai juntar aliados, pegar o trem e quando ele começa a falar da ação que ela faria ao chegar na metrópole, ela o interrompe. Sendo assim, sair do trem foi realmente romper com a narrativa apresentada.

        • Vinícius Cagnotto

          Todo o plano era apenas pra ela deixar a bolsa dentro do trem. Ela entra com a bolsa e sai do trem sem ela.

    • Vinícius Cagnotto

      Cara, ela entrou com a bolsa cheio de coisa. e saiu sem ela. Tava na narrativa ela entrar só pra vazar as informações do parque pra fora do parque. Não tem isso de tomar real controle. A única que conseguiu isso foi a Dolores. É bem explicito isso na serie. Ela teve que passar por MUITA coisa pra chegar lá.

  • Maurício Pereira de Souza

    Estava ouvindo no aplicativo e parou com 35 minutos, tentei baixar e o arquivo vem corrompido, tentei ouvir pela site e também para mais ou menos as 35 minutos, isso está ocorrendo com mais alguém?

  • Felipe SagN

    Achei uma das melhores séries da atualidade, me fez recordar a época de Lost com discussões sobre os episódios, teorias e curiosidades. Fazia muito tempo que nenhuma série gerava tanto conteúdo extra episódio do que WW, toda semana eu ficava conversando com amigos sobre os eventos, linhas temporais e o MIB. Os detalhes da série são incríveis, por exemplo aquele “gigante” que ataca o Ted e o MIB apareceu em uma arte conceitual dentro do laboratório de narrativa antes de aparecer na série em si.
    Sobre o cast, mano quando deu 1 hora de episódio o Ricardo basicamente passou a só reclamar da série e o Bruno e Juras rebatendo ele … isso foi até o final do episódio, creio que atrapalhou o andamento do cast, isso se refletiu na análise final dele que foi apontando os problemas da série e não os pontos positivos.
    Juras continue como rei do hype concordo com tua nota rs
    Abraço galera.

  • Erick

    Rente, na série fica claro, através daquela menina enviada pelo conselho, que o Ford controla com exclusividade TODA a atividade intelectual da empresa, que não foi permitido nem back ups fora do parque. E principalmente, que ele poderia acabar/deletar tudo a qualquer momento, se contrariado.

    Então, me parece bem normal que o homem de preto, mesmo acionista majoritário, não conhecesse todas as nuances do parte.

    E para um personagem que “odeia interrupções”, acho que ele não “trapacearia” mesmo ele tivesse acesso.

  • Nanaka

    Achei que o Arnold também tinha se sacrificado para dar a Dolores sofrimento suficiente para desencadear sua consciência, como um pai ou um deus. Não que quisesse se suicidar ou sentia-se culpado. O Ford apenas achava q os robos ainda não estavam prontos, por isso ficou mais vários anos ‘evoluindo-os’ no parque com humanos para interagir.

  • Nanaka

    Realmente a parte mais zoada da série é a segurança da empresa hahaha. Primeiro que poderiam usar hosts para substituir 90% dos funcionários, tipo os técnicos, que fazem trabalhos ‘programaveis’. Depois q ninguem suspeita de nada. Coitada da menina lá que sumiu e alguém achou q ela tava de férias, ela n tinha nenhum amigo ou familia para perguntar por ela? Os técnicos bananas lá conseguem acessar o sistema e burlar os códigos de segurança? é demais..

  • Bean

    Quando assisti com minha esposa, nós só chamávamos a personagem a personagem Clementine de Feijão, aquela do Rango. Segue fotos para comparações:

    http://www.themarysue.com/wp-content/uploads/2016/11/Westworld-Trompe-5-650×343.jpg

    https://suicidioprofissional.files.wordpress.com/2011/04/rango3.jpg

    • Thiago Maciel

      igual haha

    • Rafael Poggi

      VIXI! Coitada!

      Em tempo: esse filme é muito ruim!

  • Bean

    Pra mim, o melhor personagem, o que eu gostava de ver em tela era o William. Que por sinal, o Ed Harris ta esmagador em sua atuação, e pra mim é o personagem mais interessante.

  • Mikhaelson Shankley

    Mas a série pra substituir GoT não seria A Fundação?? Afinal, vai ter série da trilogia A fundação, sim o não??

  • Tô com o Rente sobre a Maeve, a cada episódio fui odiando muito, mais muito ela, porém adorei o ”final” dela 🙂
    Cara! Evan Rachel Wood, Anthony Hopkins, Jeffrey Wright e Jimmi Simpson fodas!

  • guilhermedc

    Parabéns pelo cast pessoal! Apesar de achar que esta edição ficou mediana com uma análise bem rasa da trama (praticamente metade do cast foi apresentação da série e metade para falar dos “problemas”), mas acho que isso ocorreu pois a série foi feita para ser acompanhada e discutida episódio a episódio, semana a semana, tal como nos saudosos tempos de Lost.

    Melhor estreia de 2016 sem dúvidas, e uma das melhores séries do ano, 4,8/5 estrelas.

  • Flávio Henrique

    Já pensou um cast com Ricardo Rente,Izyy Nobre e Marco Gomes?

  • Mikhaelson Shankley

    Eu fico com a impressão de que o Jurandir arrumou uma marmota pra fazer o Canal 42, e agora não sabe como se livrar. Que rapaz azedo é o Ricardo.

    • Iuri Matos

      quanto mais opiniões divergentes melhor o debate e consequentemente o nível do podcast. se não houvessem “azedos” no mundo talvez estivéssemos vivendo em cavernas até hoje

      • Raul Kist

        Isso válido se a pessoa que está tendo a opinião azeda não viu a série para simplesmente procurar o que achar ruim.
        Essa é a impressão que o Ricardo me passou dessa vez.
        O que ele entendeu da série, ele leu no reddit e reclamou que era óbvio demais (?), e o que não entendeu, ele não gostou.

  • Clayton

    Gostei muito da série,
    Acho válido ressaltar algumas questões. Maeve voltar do trem pela filha, foi o ponto mais importante da personagem, pois é ali que escapa do labirinto. Quando vemos que tudo que ela fez, desde despertar sozinha, arranjar aliados e fugir, da pra ver que o programação dela não inclui ir atrás da filha e sim ir para a metrópole. Isso fica bem claro, vocês devem ter engolido barriga na cena onde mostra a programação dela.
    Com relação aos diálogos e comportamentos daquelas pessoas da Delos, não me incomodou, a todo momento via como um reflexo da sociedade daquele mundo, onde tudo é hostil, distante e feitos de aparência. Coisa que fazia o homem de preto se afundar cada vez mais no Parque.

    Curti o cast demais, algumas reclamações achei que foi devido a falta de interpretação e outras foram bem válidas, tipo o debi e o loide que serviam a Maeve e a falta de controle da empresa sobre o que os funcionários faziam com os anfitriões.

  • Iuri Matos

    sobre ninguém reconhecer o bernard como arnold fica entendido que pra não prejudicar a abertura do parque fica escondida a informação que havia outro criador, por motivos óbvios de não prejudicar a imagem do parque já que um host assassinou um ser humano lá dentro. e só depois de muito tempo o ford resolve dar créditos ao amigo (por isso fala dele com naturalidade) mas ninguém mais se interessa em investigar/saber o que houve e como ele morreu, até pq vale lembrar que se passaram 30 anos desde o ocorrido e o bernard só está lá há 10/15 anos se não me engano

  • Iuri Matos

    é bem possível que isso seja uma teoria existente por aí e eu não saiba, mas acho que aquela aparição dos hosts do SW pode ser pra introduzir ao público a futura defesa dos humanos contra os “revolucionários” de westworld. ou seja (sendo didático, me desculpem) vão usar os samurais de sw pra tentar exterminar os hosts conscientes de ww

  • Adaulan

    Cara, aquele ponto que o Ricardo falou sobre o Arnold:
    O Ford escondeu tudo sobre o Arnold porque ele foi morto por um Host, e isso faria com que o parque não abrisse já que as pessoas considerariam o parque perigoso, isso é até a justificativa do Arnold quando ele diz pra Dolores que ela tem que matá-lo junto com os outros Hosts. Quebrando as 3 Leis da Robótica.

    1ª Lei: Um robô não pode ferir um ser humano ou, por inação, permitir que um ser humano sofra algum mal.
    2ª Lei: Um robô deve obedecer as ordens que lhe sejam dadas por seres humanos exceto nos casos em que tais ordens entrem em conflito com a Primeira Lei.
    3ª Lei: Um robô deve proteger sua própria existência desde que tal proteção não entre em conflito com a Primeira ou Segunda Leis.

  • Juliana Duarte Motta

    Impossível ouvir os casts que tem o Ricardo Rente. Sabe por que? Por que ele não faz uma crítica construtiva que dá pra ouvir e concordar – como todas as pessoas normais que tem personalidade não-psicopata. Quando o Sr. Rente critica algo, ele é ofensivo, age com sarcasmo, ridiculariza. E não para por ae: o discurso de ódio se estende a quem gosta daquilo a que ele não gosta. (“ah, esse povo que acha que a série é a melhor coisa do mundo; ah os nolan-bitches; etc” – frases de autoria dele, mas não necessariamente desse episódio.) Pior pro Jurandir que defende esse cara. Dá pra criticar sem ser ofensivo sabia? Dá pra vc expor sua opinião de não ter gostado de X ou Y, sem irritar as pessoas. Se vc aprender isso, será uma pessoa melhor – e menos odiada.
    Mas como vc não se importa, f*da-se né? “Vou continuar sendo eu mesmo”. Boa sorte.

    • Antonio Junior

      Difícilmente acho ele ofensivo huheue acho ate q ele pegou leve no programa.

    • Eu discordo com a maioria que ele falou nesse podcast, mas é questão de opinião e gosto pessoal.

      • Benedito Portela

        pois é, é do cara, ficar regrando o que as pessoas pensam é complicado, é bom ter o comentários contrários, mesmo que a pessoa só saiba criticar, ficar todos só elogiando é osso!

    • Filipe Bortoletto

      me admira vc achar que todo esse teatro do Ricardo é realmente real, isso aqui, o canal 42 é um produto, é um programa o Ricardo faz o papel do chato do contra ponto, e mais importante de tudo é um podcast de opinião, vocês estão aqui para ouvir a opinião deles inclusive do Ricardo já que o produto leva o nome dele desde sempre, e partindo do pressuposto que é um produto de opinião essa não tem que necessariamente fazer sentido nem ser construtiva, porque É A OPINIÃO DELE!!!

  • Felipe Nogueira

    Esses babacas discutindo o comportamento dos personagens da série. Se esquecem que isso é proposital, porque NOS discutimos o comportamento de pessoas do FUTURO do mesmo jeito que nossos AVÓS discutem NOSSO COMPORTAMENTO HOJE. As vezes eu acho que esse otário aí só quer fazer crítica de menininho babaca. E agora me diz, o japão lá que ajudou a Maeve, vocês analisaram que ele pode ter sido contratado e enviado pra Maeve de propósito? Desde alguém pensou em contratar 2 bananas pra ela manipular? Esses caras do poscast são uma vergonha, não conseguem fazer simples análises que crianças de 10 anos consegue fazer. Sinceramente, eu recomendo que pare de fazer críticas mimadas e comece a enxergar certos contextos de forma geral.

  • Leandro Bezerra

    Rente me representou muito nesse cast.
    Entendo que uma boa ficção científica gera discussão pelos detalhes presentes na história e isso Westworld faz muito bem em alguns momentos mas decepciona em outros.
    O grande problema é que as soluções fáceis não caem bem numa série que se leva tão a sério. Como o Ricardo falou, essas resoluções “bobinhas” me tiraram um pouco da imersão.
    Será que ninguém vigia os funcionários? Como podem ser tão tapados (tanto os bocós da Maeve quanto os soldados do season finale)? Como ninguém sabe que o Bernard é igual ao Arnold? Ninguém percebe a Maeve fazendo o que quer no saloon e mudando o script dos outros personagens?
    Aquelas situações que você pensa “Sério que é isso que vocês tão fazendo?!”
    Não tô aqui pra dar hate gratuito, esses pontos eu mencionei pq gostei muito da ideia da série e são esses pequenos problemas que, volto a dizer, uma boa ficção científica não pode se dar o luxo de ter.

  • Junior Silva

    Apesar de ter discordado de praticamente tudo que o ricardo rente falou, é bom ter ele no programa para ter uma opinião diferente em relação ao bruno e o jurandir.

  • Ary

    Gostei bastante da série, mas achei que o final segue um caminho comum e esperado dentro do gênero.

    Quer dizer, não dá para reclamar de como a série fez, apenas penso em histórias com soluções diferentes do que virou quase que uma obrigação do gênero. Por isso terei que escrever minha própria Sci Fi.

  • João Stuart

    1- A partir do momento que a Maeve escolhe sair do trem ela alcança a auto-consciência, essa consciência é atingida assim que o host ”ouve” sua voz interior, ‘destranca’ o maze e toma uma atitude por conta própria. A Dolores fez isso ao matar o Ford, ”um assassinato dessa vez por escolha”, o Ford diz isso fazendo referencia a visão errada que o Arnold tinha quando ele basicamente puxou o gatilho através da Dolores. A narrativa da Maeve era ESCAPAR, a partir do momento que ela volta ela ganha essa auto-consciência. E toda essa narrativa da Maeve foi escrita pelo Ford para chamar toda a atenção da segurança do parque pra ela.

    2- Todo o plot da Maeve foi feito pelo Ford como eu disse e é obvio que o Ford escolheu a dedo aqueles dois patetas, com certeza ele manipulava ações de entrada e saida dos hosts danificados, câmeras de segurança etc. Ford é Ford né ”Did you really think I would let you take this place from me?”

    3- Um outro ponto que a serie toca muito sutilmente e pra mim foi algo totalmente plausível nesse universo da serie é a incompetência das pessoas. Desde o primeiro episódio vemos que a segurança do parque não é lá essas coisas, quase que a segurança mata o Ford no primeiro episódio pra vocês terem ideia. O Stubbs dorme armado porque ele não confia nos engenheiros, ”uma linha de código é o que nos protege dos hosts” – Se por um lado todo o complexo e a tecnologia chegaram no seu ápice os humanos claramente retrocederam, o Ford é extremamente contra o que a Delos fez com o lugar, eles não ligam pra nada além do investimento, até parece que ninguém aqui nunca trabalhou e um lugar com gente incompetente. Isso é EXTREMAMENTE realista, todo sci-fi faz com que as empresas sejam perfeitamente controladas e dirigidas, o Nolan e a Joy foram pro lado contrario e eu não acho isso algo ruim e desprezível igual vocês acharam pelo o que parece, a proposta é essa, não é furo ou ”algo barato” do roteiro.

    4- Eu não vi problema nenhum com a historia da Maeve, eu até acho que o Felix foi instruído pelo próprio Ford (porque quando a Maeve cita o nome do Arnold o Felix toma um susto na hora, a expressão dele muda muito, enquanto o Sylvestre caga porque de fato ele não sabe do ‘plano maior’). São dois ”açougueiros” sendo ajudados pelo cabeça do parque, um deles é um simpatizante dos robôs e o outro é forçado pela Maeve ter um podre dele, dele ser um ”pimp” de robôs.

    Do mais é isso, eu não consegui terminar o cast, não aguento a voz pedante do Ricardo, abraço.

    • Lucas Chaves Dos Santos

      Exatamente como penso!

      • João Stuart

        Até parece que ninguém sacou que a Maeve estava sendo controlada e ajudada pelo Ford, todo comentário aqui critica isso :/

        • Lucas Chaves Dos Santos

          Um bando de Ricardo que fica procurando teoria pra desvendar o enredo da série, mas quando é pra assistir e pensar por si só, parece uns Anfitriões, ‘Isso não significa nada pra mim’ não entendem o que está na cara.

    • Lucas Chaves Dos Santos

      Outra coisa, o Ford mata a Thereza pelas mãos do Bernard, encobre sua morte, e forja outra. Apaga todos os registros, imagens, tudo que envolva o relacionamento entre ela e o Bernard.
      Do que mais vocês acham que ele é capaz?
      Conseguir que a Maeve passe despercebida nem é grande coisa.

      • João Stuart

        ISSO! Aquela cena do Bernard apagando a própria imagem dos vídeos das câmeras de segurança é extremamente importante, se a tecnologia chegou a esse nível, imagina o que o Ford não fez pra ajudar o Felix e a Maeve? E isso é uma coisa que a serie nem precisava mostrar mesmo, fica subentendido.

        • Lucas Chaves Dos Santos

          Exato haha

    • Vinícius Cagnotto

      Cara, eu discordo sobre a Maeve ter atingido a auto consciência. Não acho que eles fariam as coisas assim tão simples. A Dolores precisou passar por MUITA coisa pra chegar a isso. (e apenas corrigindo, ela se torna auto consciente ANTES de matar o Ford, quando ela ainda está no laboratório).

      O que eu acredito que tenha realmente acontecido, é que o plano todo era apenas pra Maeve levar os dados do parque pra fora do parque. E ela faz isso. Ela entra com uma bolsa cheia de coisas… e sai sem ela (pode reassistir a cena). Ela ter voltado pode muito bem estar dentro da narrativa. Quem precisa dos dados, não precisa da Maeve. De resto, eu concordo.

      • João Stuart

        Hmm, eu considerei isso também sobre a Maeve mas ai o Ford não pode estar envolvido na narrativa dela, o Abertatty foi só uma distração? O Sizemore não sabia desse plano então haha, e o Felix se eu não me engano diz que “eu peguei tudo o que você me pediu”, então não sei. Pode ser isso também mas no momento acredito mais que a Maeve alcançou a auto-consciência, pelo menos –da a entender– ou pode ter sido apenas o Ford querendo se livrar da segurança e no fim ela esta voltando para seu loop.

      • Bruno Alves Siqueira

        A Maeve foi programada pela Hale, ela tinha o plano de tirar as informações do parque, disse que isso seria feito naquela noite do último episódio, por isso ninguém estava sabendo de nada, ela estava por trás de tudo ali no caso da Maeve.

        Uma coisa que não tem como saber é se ela deveria sair do parque no final ou se ela saiu do trem por vontade própria.

    • Rauny Fernando

      O canal 42 devia ter chamado vc em vez do Rente, melhor descrição de tudo que ouve na série.

    • AdassaNisânia

      Por favor chamem o João Stuart ao invés do Ricardo!

  • Lucas Chaves Dos Santos

    No meio de tantas funções existentes na DELOS, como Qualidade, Criação, Narrativa, Segurança. Todo uma estrutura pra fazer o parque funcionar diariamente. Sabe-se lá quantas Convidados pra monitorar, gente chegando, indo. Isso só pra um parque. A função vigiar o pessoal da Limpeza fica sem importância. Até porque se é tudo muito transparente, o uso de vidros em tudo, já dá a ideia que nada passa despercebido. Todo a rotina acontece as claras, reforçando o monitoramento. Tornado tamanha eficacia uma falha na segurança.
    OU
    Se o Ford escreve toda uma narrativa pra Maeve sair do Loop, ele orquestrou isso nos mínimos detalhes, A escolha do Felix pra ajudar ela não pode ser atoa, ele é sensível a esse mundo, pessoa perfeita pra ajudar ela a sair dali. O Ford pode muito bem ter planejado. Como também ele deve saber sobre furos na segurança.
    O Silvester mesmo diz, ‘Nos somos carniceiros, ninguém repara na gente’, algo assim.
    Se tem anfitrião sendo treinado ali o tempo todo, pq eu vou reparar em um passeando pelo corredor aparentemente sendo monitorado por outra pessoa?

    Umas coisas bestas, que você não precisa que respodam como se fosse um filme de roubo ao banco, onde explicam todo tipo de falhas e planos, cada detalhe para roubar o cofre.

  • Raul Kist

    Gosto muito de escutar o 42 mas dessa vez foi sofrível.

    Fiquei com a impressão de que o Ricardo viu a série para simplesmente procurar o que achar ruim.

    O que ele entendeu da série, ele leu no reddit e reclamou que era óbvio demais (?); o que não entendeu, ele não gostou.

    Sim, por que algumas críticas que ele fez (eu não vou ter como falar delas mas provavelmente elas vão aparecer nos comentários) foram simplesmente por não se esforçar em entender por que essas coisas estavam lá.

    Aï vem o argumento que tem de ter alguém discordando para que a discussão seja boa.

    E foi exatramente isso o que me deixou mais decepcionado: os outros 2 não contra-argumentaram! O Ricardo, não tendo entendido metade da série, dominou a discussão.

    Me fez lembrar do Maurício…

  • Helena de Oliveira

    Adorei o programa! Westworld tá longe de ser uma série perfeita, e dá uma certa raiva dos já fanáticos (?) fãs da série, que qd é criticada é “pq vc não entendeu” .
    Eu achei toda a trama do William/Dolores/Logan, muito cansativa, poderia ter sido resolvido em menos episódios.
    Já a narrativa da Maeve, como o Ricardo bem disse, é preciso de muita suspensão de descrença, nada explica as atitudes do Felix e ninguém da empresa perceber o que estava acontecendo.
    A série tem potencial, espero que melhorem p/ a segunda temporada se não ricardarei com gosto.

  • Rauny Fernando

    Caraca, bem se vcs viram até o final e não entenderam que o Ford não era o vilão, então não entenderam os últimos 20 minutos do último episódio. Arnold não se suicidou, ele fez aquilo para evitar que o parque fosse aberto, coisa que o Ford queria. Ele entendia que a consciencia vinha do sofrimento, e como nada pra ele já importava e Dolores era como uma filha, e como sabia dessa consciencia que nascia nela, tomou uma atitude drástica, a única maneira de provar seu ponto para Ford. Já no presente, Ford diz que Arnold sempre esteve certo e o que ele fez foi dar tempo para os anfitriões. Além do mais, muito do que foi falado sobre a série parece ser feita de maneira superficial, os episódios “fillers” não me foram perceptíveis, pois sempre apresentavam um pouco a mais do mundo da série. engraçado falar de personagens e como focavam em coadjuvantes, pois GOT sempre fez isso e me pareceu bem natural, pois ao longo da série eles ganhavam importância. Admito que fiquei bem surpreso pela recepção “negativa” que teve o podcast, tive a impressão que falavam mais mal do que bem, meio que querendo evitar um “hype”.

  • Cleber Segundo

    Já vi que a marra do Ricardo rente está afetando os ouvintes do podcast. Eles criticam só por criticar o Ricardo Rente. O Cara não tem direito a ter opnião, se ele disser que não gostou de algo…muita gente cai de paus e pedras em cima dele.

    Ele disse algo que eu concordo. Westworld não é a melhor serie do mundo…. É uma serie muito boa, muito bem produzida e com o dinheiro que foi gasto na produção se não fosse deste jeito alguem teria que responder pelo dinheiro gasto.

    Ao longo dos anos vi muitas series serem consideradas as melhores do mundo, vou listar aqui algumas das mais recentes: LOST (que se perdeu em suas enigmaticas perguntas sem respostas): The Walking Dead (Pasmem, ouvi muito gente dizer que era a melhor serie do mundo), Game of Thrones (esta quando pegou o hipe esta até hoje); Sense 8 (qantos ficaram alucinados com as experiencias sensoriais; Mr Robot (deixou muita gente sem chão com as alucinações do personagem primcipal; Stranger Things ( a nostalgia dos anos 80, fez muita gente ficar batendo palmas de pé no episodio final da temporada) e por fim agora Westworld… a cada novo ano surgem novas series que vão tomando o lugar das que passaram. Lembro do pessoal comentando que FRIENDS era a coisa mais maravilhosa do mundo. Enfim basta vir uma outra serie para tomar o titulo de Westworld.

    A unica coisa que espero é que Westworld mantenha ao menos um nivel equivalente na proxima temporada. È o minimo que eles tem a obrigação de fazer.

    • Antonio Junior

      Pse… galera ta mt sensível.

    • É só uma das melhores séries dos últimos tempos…

      • Cleber Segundo

        Realmente voce digitou certo: É só uma das melhores séries dos últimos tempos… E, não a melhor série! Uma obra vale pelo seu conjunto e a serie se for só esta temporada é uma das melhores.

        Agora e se: as proximas temporadas não acompanharem o ritimo da primeira. como fica este aspecto de melhor serie????
        Já vi isto acontecer com series otimas que depois de temporadas sofriveis podemos dizer que o conjunto tornou ela mediana.
        Os fãs tem que analisar a medio e longo prazo e não a curto prazo.

        Explo: a trilogia Star Wars (os tres primeiros filmes: excelentes, os tres posteriores: medianos) e espero que a nova trilogia venha a resgatar a excelencia de Star Wars.

        Espero que tenha entendido a logica do meu pensamento.

  • NapoliThanos

    Ainda espero uma explicação melhor de como NINGUÉM da empresa não conhecia a aparência do Arnold, ainda mais que o Bernard era exatamente a cara dele. E o Ford ainda tinha uma foto dele (jovem) com o Arnold. E eu concordo que essa trama da Maeve foi mega forçada; eu sei que ela tava programada e taus, mas aqueles dois retardados não estavam (lembrando que no último episódio eles reconstroem ela do ZERO por causa do fogo, eles podiam ter se livrado dela ali.)

  • Grazik

    Todo mundo falou mal de Westworld, mas o Ricardo que leva a fama. E eu concordei em muitas partes. Pra que tanto vidro naquele lugar de ninguém vê nada? Outra sobre tecnologia: update via picada de mosca? Cadê o Wi-Fi? Uma observação: quando o Bernard está lá naquela casa do Ford, ele é programado para não perceber a porta do laboratório.

    Sobre o enredo pincipal: Quando a Dolores cria consciência, Arnold percebe eticamente os Robôs não poderiam ser “usados” pelas pessoas. Então tem aquela cena que a Dolores sai da sua narrativa e mata todos da cidade, mas Arnoldnão acha suficiente e pede para que ela o mate. No mesmo período, Will tb percebe a consciência da Dolores, e convicto, investe no parque. Ford, tb percebe e muda o código dos robôs para que eles não criem consciência. Nos 30 anos, Will percorre todas as narrativas do parque a procura do gatilho que fez a Dolores criar consciência e sobrando apenas o labirinto. Ele provoca os Anfitriões na esperança de encontrar esse gatilho. Ford depois de 30 anos, entende o pensament de Arnold, e arma tudo pra a cena Final da Dolores matando ele. E Will finalmente encontra o que estava procurando esses 30 anos.

    Começa o tiroteio dendro do parque, e do lado de fora, o parque está sendo trancado. Acredito que na próxima temporada vai ser Humanos x robôs no parque trancado.

  • Grazi Kazuma

    Uma curiosidade: Esses dias saiu uma reportagem dizendo que aqui no Japão existia o parque temático de Westworld e que hoje está abandonado. Quando eu li a reportagem, logo lembrei que eu passei na frente desse parque há alguns anos atrás, e até pensei em procurar saber se ele funcionava. Mas o mais interessante: Adivinha pra onde eu estava indo? Edo Wonderland. Parque temático que simula uma vila do período Edo, época dos samurais!! Coincidência? rs…

  • luciano Santos

    Pra mim a série foi muito boa, e todos os pontos falhos do roteiro que Ricardo falou podem ser explicados na segunda temporada e assim por diante, fora a diminuição à série feita pelo Ricardo Rente o cast foi muito bom, sei que vocês não lembram mas eu pedi para falar desta série no quarto episódio que eu vi. Eu só não gostei da questão da Maeven não ter seguido em frente no plano da fuga, eu sei que ela escolheu isto, entendi. A questão é que ela sábia que aquela menina da lembrança dela não era filha realmente dela, não tinha o porque ela continuar lá dentro.

  • Antonio Junior

    Esperava mt mais de Westworld. Como o Bruno falou, a série tem potencial e um premissa diferente mas de fato falta algo nela. Minha opinião é isolada pois o público em geral amou a série, e eu só achei ok. Gostei bem mais de Vinyl. A Maeve me incomodou bastante, achei mt forçado o jeito que ela ficou fodona DO NDA. A Maeve acorda em outra realidade, um mundo desconhecido e ao invés de ficar assustada ela ameaça dois caras sem arma nenhuma ! Os caras ficam com medo da carinha de ameaça dela por que caralhos? Oq ela podia fazer nua e confusa ? O japonês tbm é um fluxo de incoerência, é pró vida e não quer desligar o robô (hã?) Mas ae Maeve , claramente, ameaça seu amg cortando a garganta dele e mesmo assim ele fica de boa. Furos de roteiro característicos de series comuns. Mas Westworld n deveria ser uma série comum, pela expectativa gerada. Mas de resto, é uma boa série, como o cast enumerou de forma bem didática. Por vezes empolgado e em outras entediado, dou 3 estrelas pra essa primeira temporada.

  • Ítalo Dos A. Santos

    Pobre Ricardo.. as pessoas odeiam por odiar simplesmente

  • Pedro Henrique

    Terminei de escutar e até agora não tô entendo todo esse ódio com relação ao Ricardo. Li alguns comentários antes de escutar e fiquei pensando que o Ricardo tinha detonado a série! Mas não! Em nenhum momento eu me senti ofendido pelo o que ele fala…..eu vi ele mais elogiando a série do que o contrário. A opinião dele é que a série é boa, mas não é a melhor série do mundo. PONTO. E ainda disse para todos assistirem porque é uma série bastante interessante!

  • Marco Antonio de Oliveira Sant

    Olá, senhores. Não vi a série ainda, mas ouvi o bloco sem spoilers e gostei.

    Vou assistir sem comparacoes com Game of Thrones.

    Só uma observacao: tem gente que diz realmente que Batman versus Superman é o filme definitivo do Batman??? Essas pessoas não assistiram o glorioso Cavaleiro das Trevas???

  • Marco Antonio de Oliveira Sant

    Tenho uma sugestão para o tema do próximo Canal 42: o fim da série Marco Polo. Não lembro se vcs fizeram um podcast da primeira temporada, mas podiam fazer um podcast sobre a segunda temporada e a primeira, sobre o fim da série e a saturacao das séries do Netflix…

  • Sebastião Nunez

    Gostar ou não de uma série ou filme é normal, mas me parece que o Ricardo Rente já assiste procurando os problemas. Entendo que achar coisas boas ou ruins enquanto assiste é uma consequência da experiência, por prazer ou por profissão. Porém, os comentários que ele faz não perece que vem de uma pessoa que assiste por prazer nem de um profissional. Deve ser muito difícil está na pele de um pessoa assim.

  • kiwizilian Mate

    Ricardo westworld. Concordo de alguns pontos Alguns nitpiting. Acho bem ver 2 lados. que as vezes engracado no tipo “e verdade nao tinha pensado nisso”. Tem um ponto que vc falou q concordo. Pensei a mesma coisa quando eu vi que me incomodou um pouco. nao quero falar p nao dar spoiler. Westworld nao e a melhor serie do mundo, Mas tem muita coisa boa que gostei. Dou 4 estrelas na serie,

  • Sebastião Nunez

    Gostar ou não de uma série ou filme é normal, mas me parece que o
    Ricardo Rente já assiste procurando os problemas. Entendo que achar
    coisas boas ou ruins enquanto assiste é uma consequência da experiência,
    por prazer ou por profissão. Porém, os comentários que ele faz não
    perece que vem de uma pessoa que assiste por prazer nem de um
    profissional. Deve ser muito difícil está na pele de um pessoa assim.

    • Grazi Kazuma

      Eu já vejo o contrário. Não sei se pelo hype, pelas noticias, as pessoas se sentem na obrigação de achar bom, mesmo que aquilo de fato não esteja agradando. Depois que eu assisti tudo, no geral eu achei a série bacana, mas sem brincadeira, eu dormi nos 9 “primeiros” episódios. Acabava sempre indo assistir a parte que eu perdi no dia seguinte. E eu não seria honesta comigo se eu dissesse que essa série é uma maravilha.

  • Paula Bicudo

    Adorei o podcast, parabéns. Achei a série boa, mas cansativa. Do segundo ao quinto episódio pouca coisa acontece.
    Meu único ponto discordante é a narrativa da Maeve. A volta dela do trem no último minuto, na minha opinião, éum dos pontos mais importante da série, afinal foi (aparentemente) o único ato dela não programado. O único ato de consciência plena da máquina.
    Abraços e Feliz Natal e um excelente 2017!

  • JuniorDurden

    Série muito boa!

  • Felipe Soares

    Excelente programa e com suas diversas visões sobre o assunto, mas vou ressaltar o ponto em que o Jurandir fala sobre a cena em que o Bernard questiona o Ford por ter memórias de outra pessoa.

    Recentemente estive em uma palestra do grande dublador Hermès Baroli (o eterno Seiya de Pegasus) e ele falou que o trabalho de dublador melhora a capacidade de atuação de um ator pois obriga a pessoa a entra de cabeça na situação em que se encontra o personagem e que isso também acaba moldando a pessoa fora do personagem.

  • Matheus Bruno

    Com exceção do Jurandir só tem cara chato procurando pelo em ovo. Não consegui nem terminar de ouvir o cast. Lamentável.

  • Benedito Portela

    Caramba, a serie é boa, tem seus defeito, mas vale sim assistir, assim que vi aqueles tantos de “andares” subterrâneos e eles falarem na central de comando que tem 14 narrativas, 1400 hospedes e mais de 2000 anfitriões, eu conclui que tem vários mundos, West World é apenas um, então veja o quanto esta serie pode ser expandida, visto que no ultimo episódio tem um andar SW, eu creio que seja um tipo de Samurai World ou outra palavra com S que remeta a algum mundo do Japão antigo! Achei confuso, mas queria entender como a Dolores encontrou com o velho Will! Muitas coisas boas, mas os plots twitters, alguns ficaram muito óbvios, agora é esperar a próxima temporada, o circo foi armado, agora falta o grande espetáculo! Valeu!
    Bené

  • jorge_lito

    Ricardo Rente vem cada vez se firmando naquilo que ele mais crítica, UM HATER…

  • jorge_lito

    Com todo respeito a você, pois acompanho o seu trabalho no youtube há anos. Mas tem horas que parece que você tá se tornando um HATER, justamente uma das coisas que você mais crítica, o que se torna hilário. Tem horas que parece que tudo fede pra você, tudo incomoda. Parece que vai assistir alguma coisa já procurando os defeitos. Quando o mais importante que é o ENTRETENIMENTO acaba se esquecendo.

    E sim, continuo lhe acompanhando cara. Não é uma opinião diferente aqui e outra ali que irá deixar de eu acompanhar o seu trabalho que tenho gostado tanto nesses últimos anos. Tudo de bom cara.

    Gosto é gosto. Opinião é opinião.

  • Bruno Alves Siqueira

    Realmente esse Ricardo Rente não pegou alguns pontos da série, e isso fez ele tropeçar nos seus cometários.

    • Grazi Kazuma

      Acho que os 3 participantes não pegaram pontos da série, e provavelmente muitos espectadores. Você poderia elucidar esses pontos… 🙂

    • Daniel

      Nem vem Bruno, vai hatear outro, kkk. Curti a série tb, mas gosto do Ricardo estar ali pra se contrapor, sei lá, mesmo que não concorde com tudo o que ele diz.

  • Vinícius Cagnotto

    Que triste. O Ricardo não entendeu a série. Faltou sensibilidade com as nuâncias dos diálogos e atitudes dos personagens. Tem muito de filosofia na série, não da pra assistir só com mentalidade de sci-fi.

    • Grazi Kazuma

      Você poderia explicar o seu entendimento da série, quem sabe você explicando o Ricardo entende… 🙂

  • Grazi Kazuma

    “A jornada do Will é muito foda.”
    “A série foi inteligente de criar o truque da Dolores estar relembrando o negócio…”
    “A ideia do labirinto ser uma coisa metafórica…. eu acho que essa foi a brincadeira, e eu acho isso muito legal, esse núcleo foi o melhor da série, e eu acho muito legal essa brincadeira: você é o labirinto.”
    (RENTE, Ricardo.)

    Eu acho que os haters do Ricardo foram programados só pra ouvir as crítica ruins que ele comenta, não é possível…

  • Eu curti muito Westworld. A quantidade de explosões da mente nessa série e as teorias levantadas dão um ar de proximidade com a série. Pra mim, o suspense e drama são melhores que GoT. 😛

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

  • Diogo Maia

    Achei a série bem bacana, com uma premissa super interessante. Uma mistura de Matrix, Jurassic Park, Laranja Mecânica, Show de Truman e Western. Atuações impecáveis, trilha magnífica, fotografia cinematográfica, figurino elegante, etc. Apesar de ter uma ‘barriguinha’ ali pelo meio da temporada, durante as missões do William e do Logan e, principalmente, na ausência da Dolores, que tem o melhor desenvolvimento de Westworld, e de uma presença quase constante da Maeve. Concordo quando o Rente diz que o arco dela foi a parte mais fraca do seriado, apesar de achar que a operação dela foi algo plausível. Creio que alguém controlou todo o plano dela por trás, talvez o próprio Ford.
    Enfim, só perde para Black Mirror entre os melhores seriados de 2016. Nota 4,5/5.

  • Carlos Santiago

    Nada contra a pessoa Ricardo Rente, mas ele a contribuição dele é fraca nesse podcast. Não agrega valor, mesmo os pontos negativos q ele coloca não contribuem pra ter um olhar mais crítico. Porque ele deixou de olhar para as discussões da série e até criticar se for o caso. Mas se apegou em pequenas coisas q são irrelevantes.
    Eu até acompanhava território Nerd, mas um produtor de conteúdo tem q se aprofundar mais no assunto. Pra tornar o conteúdo relevante, senão a opinião fica mais pobre q própria obra q é críticada, e ai acho q é irrelevante, e melhor não acompanhar como já fiz no território Nerd.

    • Grazi Kazuma

      Você poderia agregar valor a esse comentário, postando a sua opinião em relação aos pontos que fazem você gostar ou não gostar da série. 🙂

      • Carlos Santiago

        A intenção era colocar minha insatisfação sobre os comentários pouco produtivos do Ricardo.
        Colocar minha crítica e minha opinião iria ficar imenso

        • Grazi Kazuma

          E a minha intenção é demonstrar o quanto é incoerente dizer que outra pessoa não teve comentários produtivos e não postar nenhum. 🙂

          • Carlos Santiago

            Afff!!!!!
            Eu não produzi o conteúdo. Então tenho direito total de críticar e mostrar e deixar registrado a insatisfação.
            Vc curtiu? Beleza.
            Seu comentário foi produtivo? Não

          • Carlos Santiago

            Não, não é incoerente.
            Eu não produzi o conteúdo, estou comentando o podcast e não a série.
            Deixar claro q opinião não contribui para aumentar o debate de série.
            Desculpe discordar, mas seu comentário não foi nada produtivo nesse sentido.

  • Manoel Ortega

    Alguma chance de termos um cast de The OA? Acho que série merece alguma discussão…

  • Marcelo SEP

    Só queria registrar que eu gosto da participação do Ricardo.

  • Feliparus

    Amigos, falem um dia da 2 temporada de Fear The Walking Dead. Estou vendo agora, e como melhorou. Não vou dar spoiler não. Vejam. Tá ótima.

  • JamianGold

    Também dou 4 estrelas pra WW, como o Bruno. Gostei muito e quero mais. Um dos motivos que me impede de dar 5 estrelas é o tanto de piroca. Que desnecessário hahaha

  • Sauro

    Muita coisa de Ex-Machina. Não é revolução mas é ótima.

  • Otto Willie

    Como o Ricardo rente chato, ouvi obrigado.

*Campos obrigatórios

Mostrar
Sumir