canal42_header_S03E04_FreeTalk

81 – Free Talk: Girlboss, Dear White People, American Gods e Doctor Who

Canal42 81

Jurandir FilhoAna Paula Fernandes e Ricardo Rente conversaram sobre várias séries que eles estão assistindo. Um papo livre e descompromissado sobre o universo dos seriados.

Sinta-se em casa e deixe o seu comentário. \o>


 NÃO DEIXE O CANAL42 MORRER!


ASSINE O NOSSO FEED

Não perca nenhuma edição do 42. Assine:

iTuneshttps://itunes.apple.com/br/podcast/canal42.tv/
Android/Windowshttp://feeds.feedburner.com/canal42podcast


SUGESTÕES, CRÍTICAS E DÚVIDAS

Envie e-mails para: canal42podcast@gmail.com


OUÇA AGORA O PODCAST

Aperte o play abaixo e bem-vindo ao nosso mundo:


Quer baixar essa edição para o seu computador? CLIQUE AQUI!

Comentários

  • Ítalo Dos A. Santos

    Eu ja estava indo antes protestar oxe.. nao e de 15 em 15 cade o 42…

  • Daisy GaBriel Maverick

    “Girlboss”, e não Girlboos , certo ?

  • Punpun

    Vendendo um pouco melhor o anime Code Geass, ele tem como cenário um apartheid e desenvolve os tipos de revoluções possíveis e as suas motivações.

    No ano de 2010 do calendário imperial, a Britannia declarou guerra ao Japão, que acabou derrotado. Com isso, o país perdeu a sua liberdade, seus direitos e até mesmo o seu nome, passando a ser chamado de Área Eleven (11). Criou-se também duas sociedades totalmente opostas. Enquanto os japoneses (chamados de “eleven”) vivem em uma parte da cidade degradada e miserável conhecida como gueto, os britannianos residem do outro lado confortavelmente, demonstrando a desigualdade gritante e o forte domínio imposto pelo Império da Britannia.

    O paralelo feito com Death Note reside no problema moral, os dois protagonistas são amigos de infância. Lelouch (um Britanniano) odeia o Império e quer destruí-lo a todo custo, e faz isso usando seu poder e se unindo a terroristas japoneses sem declarar sua identidade e sendo seu líder. Suzaku (um Japonês) que entra para o exercito do império com intuito de mudar a estrutura por dentro, uma das suas principais funções é combater o grupo de terroristas liderado por Lelouch que utiliza-se da identidade de Zero.

    Eu pessoalmente acho o paralelo válido e gosto mais dos personagens de Code Geass por eles serem mais reais, DN tem personagens muito binários, o Raito por exemplo só em um momento na história questiona se o que esta fazendo é certo ou errado, em CG os dilemas morais afetam os personagem a todo momento

  • Luckão da Massa

    Seria lindo um podcast de Ataque dos Titãs

    • jorge_lito

      UP…

  • Tarcisio Silva

    PQP Leftovers uma puta serie underrated

  • Lenita

    Só queria expressar minha indignação com a Ana que falou que era muito nova quando saiu Lost, tenho 22 e quando saiu a 3 temporada comecei a assistir, tinha acabado que ter internet banda larga em casa e descobri como baixava seriado. Lembro claramente de não conseguir acompanhar as legendas, mas amava muito kkkk

    • ahuhauhauhau é né, na época acabei não me interessando…tenho uma amiga que ama e fala que quem ama LOST é quem viveu, e eu entendo completamente por conta do impacto cultural. Abraços!

  • DJ Edertech

    Ricardo,
    Concordo com você, não entendo como as pessoas aqui no Brasil não falam de Better Call Saul, uma série que esta muito boa. Ouço vários Podcasts e não vejo as pessoas comentando.

    • Antonio Junior

      Total mano ! Essa terceira temporada tá absurda ! Uma qualidade impecável. O último episódio entao (até o presente momento), talvez o melhor de toda a série.

      • DJ Edertech

        Esse episódio de ontem foi sensacional!!!

    • derty maelany

      Você quer ver o filme de melhor qualidade em 2017? Você pode começar aqui VIDNOWMOVIES.BLOGSPOT.COM

    • leonardo

      é por que o pessoal não tem hábito de ver spin-off de series aki,ou continuações no brasil acabou-acabou!

  • João Neto

    Vcs poderiam por o minuto exato em que começa o papo sobre tal série. Aí não se pega spoiler das outras quem ainda não.

  • Francesca A

    Vou ter que assistir “How I met your mother” porque vocês falam tanto e porque vai sair da Netflix rs

  • Tiago Souza

    O juras colocou Arrested Development, no mesmo saco de Two and a Half Man, que ofensivo!

    Arrested Development é simplesmente genial!

    Ela tem piadas rápidas, (ñ é uma série que vc assiste fazendo outras coisas…
    sim Juras, estou falando com vc) dispensa o uso da claque, ou seja, eles não forçam a risada no espectador.

    Ela é politicamente incorreta na raiz, pois seus personagens (em sua maioria são seres detestáveis) não ensinam bons valores, longe disso.

    Apesar da 4ª Temporada fraca, ela entra com folga no meu Top 10 de melhores series de todos os tempos.

    • Luis Fernando Mendes

      So te lembrar de como o Buster perdeu a mão já passo mal de rir.

  • Antonio Junior

    A Ana é MTT engraçada falando Hahahauaha ótima convidada e deixando a galera que pedia mais representatividade feminina satisfeita. Só falta ela ver How i met your mother pra ter meu respeito total rs.

  • Marcos V.

    Uma ótima edição o podcast, me diverti bastante ouvindo, e quero dar a minha opinião sobre algumas séries faladas, q eu vi é claro.
    Girlboss : Eu amei a série, achei ela bem divertida, com um ótimo humor e boas sacadas, sobre a personagem principal a Sophia, eu adorei ela, ela é tão real, as atitudes dela e talz, não entendo quem aponta a personalidade cuzona dela como defeito da série, não tem nada haver sabe, ela é tão bem interpretada, e eu acho até hipocrisia reclamar da personalidade forte dela, pois quem não é cuzao ou babaca?? Principalmente no mundo dos negócios e dinheiro. Ela é uma personagem muito diferente e carismática pra mim.

    The Oa: gostei mais ou menos da série, vi pq não tinha NADAA pra ver na época, achei muuuito chata, a história é até boa, mas a forma q ela é contada é tediante, mas eu gostei muito das partes q tem o Hap (o seguestrador), aquele ator é bom demais, e das partes q se passam no cárcere com as outras pessoas.

    Desventuras em série: eu achei muito divertida, mesmo tendo um ritmo meio chato nos 4 primeiros episódios, a série tem ótimas sacadas e humor tb. Pra mim ela melhora a partir do episódio 4 onde tem diversas sutuaçoes hilarias, principalmente envolvendo o Conde Olaf, amei a série.

    E recentemente eu terminei a segunda temporada de sense8 e vei, é uma das minhas séries favoritas, e essa temporada foi foda, superou muito a primeira, merece muito um podcast só dela. E comecei a ver dear White people e já gostei muito da proposta da série. Então é isso, abraço.

  • Ricardo Cruz

    Gostei muito do programa dessa semana, um dos meus favoritos até hoje. Poderia ter mais desses de tempos em tempos. Gostei muito desse papo de bar, só faltou o Bruno que, eu queria muito saber das séries que ele está vendo atualmente. A participação Ana Paula foi massa, muito engraçada e espero que apareça em outros programas. O programa foi MUITO divertido. Grande abraço

    • Bruno Costa

      Não seja por isso, segue minha lista atual:
      – Dear White People
      – Avengers Assembled temporada 3
      – Guardians of the galaxy temporada 1
      – Blindspot t2
      – Comecei American Gods
      – Revendo Street Fighter Victory

      • Bruno Costa

        E ricardei The OA

  • Felipe Silva

    Code Geass é foda! Ana mitou!

  • Filipe Bortoletto

    Séries da Minha vidinha de merda:
    1- Supernatural (to 3 temporadas atrasado mas não vou abandonar)
    2- Greys Anathomy;
    3- The Walking Dead;
    4- Game of Thrones.
    5- The Flash;

    Estão por Ordem de chegada mesmo, não de importância. Supernatural e Greys acompanho desde a época das séries de 20:30 do SBT e foram as séries que estrearam o meu “vício” por séries, obrigado Silvio Santos <3

  • Ítalo Dos A. Santos

    Adorei o free talk.. sem pauta.. e ainda bem que chamaram a Ana Paula denovo espero que ela seja fixa no cast..

  • Téo Rebouças

    Gostaria de dizer que gosto muito dos podcasts do Canal 42 e RapaduraCast, e o melhor ainda que fico feliz por ser pessoas daqui de Fortaleza, no Ceará, que é onde moro. Valeu rapazes. Tudo de bom!

  • Hiruma

    Este comentário vai ser longo, mas gostaria de compartilhar
    algumas ideias que poderiam ajudar vcs na produção dos podcasts.

    Nome do programa: Expectativa 42

    Descrição: Falar sobre como vocês gostariam
    que fosse uma nova temporada/série! Tipo Deuses americanos (já existe uma obra
    pra basear) criando teorias, relativizando sobre o que vai ou não ser mostrado,
    season finale, etc…

    Nome do programa: Rádio 42

    Descrição: Um programa onde só role uma
    trilha sonora, mas que fosse coisa de 30 a 40 minutos de bate papo, sem edição!
    Tratando de temas interseries, como formas de assistir séries, legendado ou
    dublado, como encontrar series antigas, com temas e alguns mínimos subtemas,
    essas coisas pra encher linguiça! Neste vocês podem até ficar exemplificando
    coisas de series que viriam a virar podcast, pra pessoa já se interessar e procurar
    não fazendo ela deixar de baixar o programa por causa de não ter visto, e
    depois de ver, esquecer o programa.

    Nome do Programa: Perfil

    Descrição: Um programa de preferência sem
    edição sobre as melhores séries de algum conhecido! O Jurandir que conhece
    bastante gente vai trazendo alguns, tipo quais tipos de séries que o Tiago
    Siqueira gosta? Pq? Quais ele recomenda? Quais ele quer assistir? Qual a maior
    dificuldade que ele tem pra ver series? Quais métodos ele utiliza pra ver?

    E o Coming soon, que seria lançar um trecho
    no final do podcast onde algum integrante do podcast solta uma frase sobre uma
    série que viria a ser gravada nos podcasts seguintes! Tipo o PH em um podcast
    anterior falando “nossa o design das armaduras de ouro são
    fantásticos” referente a um episodio futuro de Cavaleiros do Zodíaco, isso
    atrairia mais cliques na esperança de ser o tal podcast e consequentemente
    anunciantes.

  • fcavalli

    É, mas não é só policial branco matando negro, também existem coisas acontecendo como o Chicago Kidnapping, por que vocês não falam nada desse tipo de assunto aqui? aquilo foi racismo reverso puro, vão negar que existe? é algo moderno, mas existe sim.

  • Marilia Gil

    Como não amar, não é mesmo?
    E super apoio um programa aqui de Chaves!!!!

  • Marilia Gil

    Como não amar a Ana e sua risada estranha?
    Chamem ela mais vezes!!!

  • Wilkson Luiz Silva

    Mais conversas como essa

  • Eu tenho tanta série pra assistir na Netflix que nem dá pra ir atrás de novas via torrent. A “Minha Lista” tá cheia de coisas para assistir. O mesmo com jogos. Minha conta da Steam está um monte de jogos que nunca instalei, graças ao Humble Bundle e promoções da Steam.

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

  • Linhares Júnior

    Na hora que vi vocês falando da música de Dragon Ball GT, só me lembrou isso aqui:

    https://uploads.disquscdn.com/images/3e640e5d0df9e5f1f86f698d7412dfa1a0af8353fc2fdd3d17db637098d3d17e.jpg

    Acho que até hoje ela não sabe da onde é.
    kkkkkkkkkk

  • Diego C.

    Muito bom o programa e ótima participação da Ana Paula.

    Nesse programa consegui entender porque muita gente desgosta do Ricardo. Ele crítica muito as séries que os outros gostam, toda hora dizendo que é ruim ou que a pessoa está errada por não gostar de algo que ele gosta. Eu entendo que seja só por zoeira, até acho ele bem sensato quando avalia alguma série mais a sério, mas esse negócio de ficar criticando os outros de graça enche um pouco o saco.

    Parabéns pelo cast e continuem convidando as meninas pra participar o/

    • O problema é que vocês levam tudo à ferro e fogo. Eu não estou criticando ninguém, to brincando e zoando com meus amigos. Eles entendem isso e vocês deveriam entender tb. Abs.

      • Diego C.

        Como eu disse “Eu entendo que seja só por zoeira (…) mas enche um pouco o saco”.
        Talvez se você escutar o cast com um outro ponto de vista entenda o que eu quero dizer, talvez não. É só minha opinião.
        Abraço.

  • jorge_lito

    Poxa pessoal mais vocês só comentam séries da Netflix! Cadê a diversidade pow? Tem tanta série pra comentar de outros canais. Cadê as séries da HBO como Big Little Lies? Cadê as da CW como The Flash, Supergirl e The 100? Cadê Agents of Shieds, The Walking Dead? Todas essas vocês assistem e muitos já estão em dia. Isso desconsiderando as séries que já acabaram. Tirando os podcasts que vocês falam das renovações, estação 42, troféu 42, aquele sobre o fim, entre outros, os podcasts que vocês falam exclusivamente sobre uma série, em muitos programas vocês chagam a comentar três, ou esse que foram 4 (duas séries da Netflix) foram 52 programas, sendo 23 só séries da Netflix. Isso dá um total de 44%. Quase a metade dos programas exclusivos pra falar de uma série tem alguma da Netflix. Adoro a Netflix, mas nem tudo se resume a Netflix.

    Só uma dica.

    Abraço a todos!

  • Luis Fernando Mendes

    Otimo cast, fiquei até surpreso pelo tema.
    Preciso concordar com o Ricardo, como ninguém liga pro caminho que Better Call Saul está levando? cada vez mais perto de ser tão incrivel quanto breaking bad, o que foi aquele episódio do Chuck no julgamento. Excepcional, e atuações dignas de prêmios!! Essa temporada então tem tudo pra render alguns futuros Emmys.

    Todas as séries citadas são na capa, tirando Girlboss, forma ótimas citações pro tema. Deixando umas quatro dicas de séries que não foram citadas, deixo que para min são as melhores séries da atualidade e que não foram citadas nesse podcast:

    FARGO, Legion, Arrested Devolped, Superstore, Animals, The Detour, Preacher, Ash vs Evil Dead,The last Kingdom, Mr Robotot, This is Us, Shameless, Designated Survivor, The Americans (que ainda não acredito que ninguém liga), The Last Man on Earth, Hap and Leonard MASTER OF NONE, RICK AND MORTY (Que merece um cast), Star Wars Rebels, entre muitas outras que já terminaram como, Banshee, The It Crowd, Sons of anarchy, parks And Recreations, Spaced e etc.

    Enfim, até o proximo cast!

  • Paloma R F

    Falem sobre Big little lies, que arrebentou e trouxe à tona vários assuntos revelantes como bullying, violência doméstica, estupro etc.

  • CONCORDO!

  • Bobloblaw

    Um Programa falando mal de Community e Arrested Development.
    Que feio!

  • Luiza Ayres

    Concordo com o Ricardo, o mangá Ghost in the Shell é muito chato e bobo, tentei ler e não consegui, o Anime é obra-prima, não sei como os caras conseguiram..

  • Juan

    Recomendei pro Ricardo Code geass que Ana comentou a uns 3 anos no privado do face kkkk e disse “é melhor que death note” e ele respondeu algo do tipo “nem fodendo death note e foda” shahjahaha ana concorda cmg, olha que coincidência

  • El Luchador

    MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA EVER: Parks and Recreation <3

  • Bruno Soldani

    Galera, vou falar um negócio e é de coração mesmo. Não queria que interpretassem como hate. Olha, eu acho q vcs precisam ser um pouco menos pretensiosos. Cara é muito esquisito que a todo momento vocês se auto elogiam. “Programa passado foi muito bom”, “programa passado mudou a vida das pessoas”. Vocês nos áudios dos ouvintes tem um espaço mt legal pra mostrar como nós gostamos dos programas. Mas, peço que sejam menos pretensiosos, que façam o programa não pensando em como o 42 é incrível, em como ele pode salvar uma vida e etc. Tudo isso é verdade, mas não precisa ficar falando, se auto elogiando pq pra mim soa mt babaca. De novo, com todo respeito.

    • Eu entendo seu ponto e acho que você tem razão. Mas é foda, é difícil segurar a empolgação quando curtimos o resultado final hahahah

    • Hiruma

      Tem que vender o peixe pra arrecadar “Patrões”, criar a necessidade nas pessoas…kkkkkk

  • balincsi

    Olá,

    Percebemos que seu site oferece arquivos para baixar de forma indireta, sendo necessário o armazenamento destes em algum lugar. O http://Minhateca.com.br é um site de armazenamento e compartilhamento onde você tem espaço ILIMITADO e totalmente gratuito para hospedar seus arquivos! Porque não experimenta usar nosso site para hospedar os seus arquivos?

  • Manndy Hyuuga

    facebook sofri pq fazia parte do sistema, o celular travava direto, parecia uma torradeira kkk ai depois q consegui excluir uso o lite facebook, sério foi uma benção, fica a dica Jurandir ◕‿↼

  • nerd natal

    Excelente cast pessoal! no próximo free talk, gostaria de sugerir uma pergunta para vocês debaterem, pois acho que vai render um ótimo papo: atualmente, o que é melhor, séries ou filmes? e why?
    Vou logo dizendo que fico em cima do muro, rsrsr, pois sou viciado em Game of thrones, gosto de Stranger things, Westworld, Sense 8, e outras, mas também gosto muito de ir ao cinema, pois tem lançado vários ótimos filmes, como Logan, Rogue one,La la land, Zootopia, Animais fantasticos, A chegada, Guardiões da galaxia, e etc…
    Abraço a todos!

  • Mário

    Quem acha que racismo contra brancos é algo real (mesmo que na nossa sociedade não seja tão forte quanto o sofrido contra negros) não chama de racismo “reverso” , só racismo mesmo. O caso da menina do Timbalada que se irritaram por ela ser loira é racismo sim, as pessoas tinham que trata-la com naturalidade, foi racismo pois ela foi discriminada com base em sua etnia(tirando quem achou que ela cantou mal). Dizer que racismo é só se for de certa etnia para outra é admitir o absurdo que uma pessoa pode cometer preconceito e discriminação por etnia sem ser racista, dependendo de quem comete e quem sofre. Longe de mim dizer que brancos sofrem tanto racismo quanto negros, de todas as etnias são os que menos sofrem mas preconceito e discriminação com alguém por sua cor de pele é algo essencialmente errado e acho que dizer que não é racismo em certos casos é amenizar a questão em certos casos tanto que passam a dizer “até parecer, racismo reverso”. Por essas razões me soa errado, sou mais aberto a ideia de racismo estrutural, dizer que brancos não sofrem isso faz mais sentido.

    Um caso: http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/negros-que-agrediram-jovem-branco-sao-indiciados-por-crime-de-racismo.ghtml

    Onde li sobre o caso do Timbalada:
    http://m.ibahia.com/single-mobile/noticia/nova-vocalista-da-timbalada-e-vaiada-em-estreia-no-museu-du-ritmo/

  • Jade Ottoni

    Ana acabando com a credibilidade da geração dos anos 90 haha. Também tenho 24 anos e no entanto Lost é minha top 1, acompanhei quando foi transmitida, e inclusive marcou a época da minha vida entre o ensino médio e a universidade 🙂

[contact-form-7 id="78" title="Formulário de contato 1"]
Mostrar
Sumir